Pesquisar este blog

sábado, 24 de outubro de 2009

skip to main | skip to sidebar
Pensamentos sobre a vida
sábado, 24 de outubro de 2009
Paz, Fraternidade e Mistiscismo
Neste fim de semana participei da VI Convenção Regional da Rosacruz, Região GO I que engloba Goiás, Distrito Federal e Tocantins. Foi uma ótima oportunidade para conhecer novos irmãos, vivenciar palestras maravilhosas sobre a paz, a fraternidade e o mistiscimo, temas do encontro.
O que está ficando para mim, ( a convenção só termina neste domingo as 18 horas), é que o mundo realmente precisa trabalhar mais pela paz, pela fraternidade e pelo misticismo. O mundo atual está por demais conflituoso, e, precisamos entender que a paz está dentro de nós, e que começa em nossa família.
Começando em nossa família se estende para o nosso grupo de amigos, local de trabalho, nossa cidade, estado país. Só a medida que vivemoso e nos integramos na humanidade inteiro poderemos aprender o significado da paz e da fraternidade.
Na palestra de abertura a mensagem do Frater Hélio Moraes e Marques nos ensinou sobre nossa busca interior, por meio da seguinte Parábola:
Certa vez um boneco de sal queria entender o que era o mar. Então todos os dias pedia ao seu dono que o levasse ao mar. O dono relutava, imaginando o que poderia acontecer, mas a cada dia o boneco de sal insistia mais. Ao final, vencido pela insistência o dono o levou para conhecer o mar.
Ao chegar ao mar o boneco desce do carro, começa a andar pela praia, olhar para o mar embevecido. Ainda não entende, embora maravilhado que estava, o que era o mar.
Então caminha, caminha em direção ao mar. Coloca o pé no mar, e percebe que os seus pés se desfazem, mas não o seu desejo de compreender totalmente o que era o mar. E continua, e continua, e quanto mais sente o seu corpo se diluindo no mar, vai compreendendo o que era o mar.
De forma súbita, uma onda, uma grande onda o traga totalmente e o seu dono escuta um grito: - Agora entendo o que é o mar, o mar sou eu.
Creio que esta parábolal ilustra bem a busca dos rosacruzes, mas pode ilustrar muito mais. Ilustra a busca de todo ser humano pelo amor, pela amizade. O amor, a amizade e todas as virtudes morais, intelectuais e espirituais está como uma semente dentro de nós. Basta que a deixemos nos envolver como o mar, nos diluir, nos tornar uno com os nossos irmãos.Como saber da amizade, se não nos deixarmos nos envolver pelo ser amigo? Comco sentirmos o valor da amizade quando não somos capazes de correr nenhum risco pelos nossos amigos? Como entender e sentir o amor sem capacidade de nos doar?

A busca da felicidade neste mundo conflituoso e em transformação passa pos nos deixar envolver pelas virtudes que estão dentro de nós. Passa por nos integrar fraternalmente com os nossos irmãos de todos os cantos do planeta. E isso, significa sair de nossa clausura de egoísmo, orgulho, mequinhez, e tantas outras situações que nos prende a matéria vil e ignomiosa.

Não teremos paz e dignidade se não formos capazes de nos deixar sentir e nos envolver pelos nossos irmãos. Temos de aprender a vivermos a felicidade com dignidade.

Nelson Soares dos Santos é estudioso da Rosacruz AMORC

Nenhum comentário:

Postar um comentário