Pesquisar este blog

sábado, 7 de novembro de 2009

Novamente sobre amor e amizade - O paradoxo dos tempos modernos

A verdade sobre o amor está bem descrita em muitos textos da história da humanidade. Mas, e nos dias atuais? Os amores são liquídos? Como entender o amor, a amizade em um mundo no qual o consumo é a única regra, e o egoísmo é a única lei? Como viver o amor se a lógica é a conquista e a posse e nunca o compartilhar?

A perspectiva de uma história de amor nos dias de hoje, é sempre vista com algo anormal. Quase ninguém acredita mais em história de amor. Se um homem diz amar uma mulher, todos reduzem a declaração de amor a um mero desejo da carne, desejo de sexo, de transa como dizem, nada que seja capaz de superar obstáculos e dificuldade na vida.

Na questão da amizade as coisas não andam diferentes. O significado da amizade foi instrumentalizado. O que antes eram festas de encontro com amigos, tornou-se forma de arrecadar dinheiro para pagar contas, consertar o carro batido, fazer rifa para pagar a faculdade. Poucos olham para pessoas de quem acreditam não poder receber nada em troca.

Os anos 90, última década foi assim vivida. Sem o signo do amor e da amizade. Os casamentos chegaram ao máximo da busca de cada pessoa pelo sucesso na carreira. As amizades verdadeira e os amores sinceros são descartados em prol do sucesso e da vitória nas batalhas.

A vida consiste em vencer batalhas. Não existe mais uma vida inteira, pois nada dura, tudo está fragmentado. Assim, também se tornou o amor e amizade. Mas, afinal, onde está o paradoxo? Não é difícil de responder. Durante dois anos venho lendo biografias, história de homens e mulheres de sucesso nos mais variados campos, e,para surpresa minha aqueles que estão tendo sucesso são justament os que fizeram opção pelo duradouro. São pessoas que planejaram suas vidas, alimentaram projetos de longo prazo, para a vida inteira, para a posteridade.

A questão é que na condição atual projetos de longo prazo não trazem prazer momentâneo, prazer rápido. Projetos de longo prazo por vezes incluem o enfrentamento de dores,dissabores e sofrimentos. É assim, para aqueles que optaram por investir na verticalidade da carreira profissional, investiram em um empreendimento duradouro, ou em um relacinamento que durasse para toda a vida.

Tais investimentos significa dar um valor ao amor e a amizade para além do passageiro, do transitório. Significa preocupar em vencer a guerra em vez de vencer batalhas, e, por vezes significa sentir alegria depois de muito tempo vivido enfrentando dores. No entanto, eis o grande paradoxo, sem amor verdadeiro, sem amizade verdadeir nada disso é possível.