Pesquisar este blog

domingo, 9 de janeiro de 2011

Eu sou Jovem

Sou o sol que brilha em um céu escuro.
E com os meus raios tento atravessar os muros...
Assim sigo enfrentando todos os obstáculos,
Fazendo da minha jornada meu maior espetáculo.

Vou correndo pelo verde, símbolo da esperança.
Amainados pelos ventos da paz, da bonança.
Aquecendo as vidas, tristes, enfraquecidas;
tombadas no calor de lutas perdidas.

Sou o Rouxinol que canta, alegremente...
Sou o canarinho, sou  a irmã serpente,
A esssência da luta, do amor e da vibração.

Sou um touro valente  em busca do ser.
Sou uma frágil semente querendo viver...
Sou um jovem de sentimentos que não teme a ação.

(Poesia escrita no ano de 1995, em resposta às críticas recebidas por ter deixado de assumir a vaga de efetivo para gerente postal da Empresa Brasileira de Correios e telégrafos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário