Pesquisar este blog

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Vida, triste vida, sem você.

Lágrimas, saudades, dores, orações.
Choro contido, o grito abafado da alma.
Vida, triste vida, para que viver
Quanto tempo ainda, longe de você. 

Dê-me um motivo para não chorar.
Dê-me um motivo para seguir em frente.
Corpo dolorido, alma dolorida, coração a sangrar
Sinto a saudade dominando a mente.

Vida, triste vida, para que viver?
Quando tempo ainda, longe de você.

Tentei sonhar de novo, fiquei preso no passado.
Ficou a lembrança de sua pele roséa de amor
Do seu olhar leve, seu sorriso dourado
De seu rosto em lágrimas, por um  passado de dor.

Vida, triste vida, para que viver?
Quando tempo ainda longe de você.

Ficam as perguntas do meu coração cheio de dor;
Como está seu sorriso dourado, sua pele roséa de amor?
Terás a calma de sentir amada em seu coração?
Terás a segurança de sentir o calor de outras mãos?

Vida, triste vida, para que viver?
Quanto tempo ainda, longe de você.

Quero seguir até onde te encontrar.
Não desistir de viver enquanto sentir teu amor.
Preciso que sejas feliz, para que eu possa respirar.
Preciso que sejas mais forte do que qualquer dor.

Vida, triste vida, mas quero viver.
Todo tempo preciso pra encontrar você.


Um comentário:

  1. ah dor
    essa dor são barreiras para que nos tornemos mais fortes, temos que ser maiores e vivermos por nós e não por outras pessoas
    ah amor que tanto nos faz sofrer
    então por que senti-lo
    antes de amar temos que saber nos amar para que possamos saber lidar com as perdas
    com a saudade,com distância
    ah amor será que um dia o sentiremos sem dor?

    ResponderExcluir