Pesquisar este blog

terça-feira, 15 de outubro de 2013

A Construção de Um Partido Popular, Humanista, democrático e Socialista.



Nelson Soares dos Santos[1
]
Temos de defendido que um partido político deve ter identidade com vida banal das pessoas, aquele espaço da vida que segundo Milton Santos ocupa a maior parte do tempo dos cidadãos; o tempo do ócio, do lazer, da vida em família e da contemplação. E a construção de um partido que estejam sintonizados com os sonhos mais ardentes dos cidadãos, seus filiados e simpatizantes só ocorerrá a partir de uma discussão pública do papel dos partidos político, do incremento do processo de formação política da população, sobretudo filiados, dirigentes e mandatários bem com a construção de um programa voltado para os reais interesses coletivos da sociedade.

O Partido e seu estatuto.

O PPS é um partido Congressual. Isso significa que as principais decisões políticas e organizativas do mesmo acontecem nos congressos que ocorre de dois em dois anos, nas instâncias Nacional, Estaduais e Municipais. Os municípios ao elegerem suas direções, elegem delegados que irão compor o congresso Estadual; e os Congressos Estaduais, por sua vez, ao elegerem suas direções, elegem os delegados que farão parte do Congresso Nacional do Partido. Nos Congressos é garantido a todos os filiados direito de voz, e direito de voz e voto aos delegados credenciados.
Além de primar por um processo democrático interno que visa a construção de um projeto político coletivo de múltiplas vozes, o PPS foi o primeiro partido a compreender a importância e estabelecer redes de discussão com a sociedade e os movimentos sociais. Criou a rede 23, por meio da Fundação Astrogildo Pereira, e, por meio dela vem tentando se inserir no moderno mundo do diálogo por meio das redes sociais.
Preocupado em elevar o debate político, O PPS realiza conferências nacionais organizadas pelo Partido em parceria com a Fundação Astrogildo Pereira com o objetivo de discutir com profundidade os temas mais candentes e que preocupam a sociedade. Também publica diversas obras com o objetivo de fortalecer a identidade do partido, bem como uma revista que atualiza trimestralmente o debate político com seus dirigentes e filiados – a Revista Política Democrática.

O Calendário do PPS.

O PPS em Goiás iniciou em 2010, um trabalho de reestruturação de sua identidade perante os goianos. Diante disso, realizamos diversos encontros regionais, Congressos Municipais em 2011; encontros regionais em 2012/2103, e  vem se fortalecendo tanto no plano político quanto ideológico e organizativo. Hoje, o PPS, possui mais de 60 vereadores, distribuídos em mais de 40 munícipios e estamos organizados em mais de 150 cidades goianas.
No processo de preparação para a eleição de 2014, houve ganhado consideráveis com a filiação de dezenas de novos quadros que certamente fortalecerá ainda mais o partido, tanto para a disputa eleitoral quanto para a luta política do cotidiano em defesa de uma sociedade com maior justiça social. Na cidade de Goiânia, o Congresso Metropolitano está marcado para o dia 29 de outubro, no qual será feito um balanço da atuação política do partido e o início da discussão de um projeto alternativo para atender os anseios dos goianienses, que infelizmente não tem sido feito a contento pelas últimas administrações.
O Congresso Estadual ocorrerá no dia 23 de Novembro. Nele será eleita a nova direção Estadual e os delegados ao Congresso Nacional que por sua vez ocorrerá no Estado de São Paulo nos dias 06 a 08 de dezembro. Em tais congressos estaremos discutindo com profundidade os temas mais importantes da política nacional, como a economia, a reforma tributária, o papel do Estado como prestador de serviços básicos ao cidadão como Educação, Saúde, Segurança, transporte público etc, bem como o papel do partido como interlocutor dos interesses coletivos da sociedade Brasileira.
Neste itinerário o PPS mostra sua face democrática, humanista e socialista. Um partido preocupado com a sociedade brasileira, com o futuro desta sociedade e que tem claro o papel da juventude, da mulher e da criança e dos trabalhadores  nesta jornada. Por  estas razões, estes segmentos da sociedade tem importância especial nos debates internos por que se acredita que sem desenvolvimento humano, sem evolução do ser humano não pode haver uma sociedade democrática, pacífica e com justiça social.



[1] Nelson Soares dos Santos é Secretário Geral do PPS Metropolitano, membro da Executiva Estadual do PPS, Goiás, e Diretor da Fundação Astrogildo Pereira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário