Pesquisar este blog

segunda-feira, 2 de junho de 2014

As mentiras de um Governante e o lixo pela cidade.


Nelson Soares dos Santos[1]
Um dos problemas graves de uma democracia é que nem sempre se é governador pelos melhores. É muito difícil que em uma democracia os governantes sejam os melhores, por que, ser governado pelos melhores seria uma Aristocracia, e para que fosse possível uma aristocracia existir em um regime democrática deveria haver um nível muito alto de formação  política e mais ainda, uma ética inolvidável dos cidadãos. Entretanto, mesmo na democracia é preciso critérios, e espera-se dos governantes que tenha respeito pelas leis e alguma forma de observância de uma  ética que mantenha a sociedade saudável.
Os Governos do PT tem prestado um desserviço a sociedade. Mais de uma vez ficou patente nos noticiários dos jornais que os governos vem mentindo. A mentira é um mal terrível e quando vem de uma pessoa pública é perigoso por que é como se dissesse para o cidadão comum: “ Olha, eu faço, e se eu faço, você também pode e deve fazer”. Tal atitude tem sido frequente em Goiás, e aqui não é apenas governos do PT que o fazem. Há exemplos de inúmeras promessas que não passaram de mentiras contadas, utilizadas como um instrumento corriqueiro de se enganar o povo.
Hoje, no entanto, um exemplo gritou aos meus ouvidos. No jornal do meio dia, da TV Anhanguera o apresentador inquire o prefeito de Goiânia sobre a situação do Lixo na capital, e este, afirma peremptoriamente que está tudo resolvido. O apresentador questiona, e ele repete com ainda mais firmeza. Em seguida o jornal passa a exibir cenas de lixo espalhado por diversos bairros, pessoas reclamando, e ainda pior, o próprio secretário do prefeito, desmentindo o chefe, admite que ainda existam muitos problemas na coleta de lixo. A mentira está configurada, demonstrada, provada, não tendo nada mais a discutir.
São muitos problemas de Goiânia. Greve dos professores, da Guarda municipal, serviços parados, ( dizem que até o prefeito está sem carro por que não pagou o aluguel da frota), servidores descontentes com perdas de direitos; mas a mentira torna tudo mais grave. A mentira é a mãe de todos os males. Onde há mentira há roubo, há assassinatos, traições e tudo que a mentira pode encobrir. Espera-se de um homem público, no mínimo um pouco de verdade e sinceridade. O Paulo Garcia não está sendo sincero e sequer falando a verdade com a sociedade. Quando se nega a isso provoca ira e revolta no cidadão trabalhador e isso não é bom pra sociedade.



[1] Nelson Soares dos Santos é Professor Universitário, membro do Diretório Estadual do PPS Goiás, e suplente do Diretório Nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário