Pesquisar este blog

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Um PPS na trincheira da Educação.

Carta de agradecimento aos Parlamentares do Partido pela Emenda em defesa da Educação.
Prezados dirigentes e Parlamentares.
Ontem fiquei emocionado ao ler sobre isso. Não pensem que foi fácil eu ir aquele congresso. Tivemos muita dificuldade aqui em Goiás para sairmos delegado. Foi uma verdadeira perseguição do Gilvane Felipe.
Com a ajuda do Claudio Aguiar, Júnior, da ala do partido do Entorno de Brasília, da posição lúcida do Fabiano Arantes, e de tantos outros companheiros conseguimos sair delegado. Eu só um objetivo convencer o Partido a defender a Educação.
Em seguida, tínhamos de comprar as passagens. Não tinha dinheiro, estava desempregado. Eu dizia ao Darlan - eu tenho de ir a este congresso. Vou propor uma emenda ao Estatuto do Partido, vou propor uma emenda ao Congresso. Este é meu dever, preciso convencer o partido a defender a educação.
O Darlan ajudou a comprar a passagem utilizando o cartão de crédito de um amigo dele por meio da agência de viagens da irmã. Conseguimos que o Claudio Aguiar conseguisse nossas hospedagens e viajamos sem sequer ter dinheiro para lanchar no aeroporto.
Foi uma viagem dos infernos. Na volta, perdi a conexão no rio, fiquei dois dias no rio por que não tinha dinheiro pra comprar a passagem pra voltar
Então ontem ao ver a emenda ser apresentada e aprovada, eu senti que tudo isso valeu a pena. Milhares de professores no país todo poderá investir mais na própria formação.
Obrigado ao deputado Roberto Freire, ao deputado Rubens Bueno e a todos os parlamentares do Partido. Obrigado a todos os dirigentes nacionais que ouviram minha proposta no congresso e a tornou uma proposta coletiva.
Muitas outras emendas ainda poderão ser apresentadas. Um exemplo: Precisamos recuperar a autoridade do professor no Brasil; Precisamos criar mecanismos para cuidar da saúde dos nossos professores, Precisamos reformular a própria lei de diretrizes e bases, o modelo de financiamento da educação privada e o próprio modelo pedagógico da educação pública e privada. Criar uma carreira do magistério com equidade nacional, discutir a questão do ensino religioso nas escolas versus estado laico, a questão da moral e da sexualidade, a questão do combate ao preconceito e outros mais.
Se a minha história no PPS acabasse hoje, eu sairia com a consciência de que fiz a melhor política pelo partido, pelos educadores e pelo futuro desse país. Não ganhei nada, não tive e não tenho cargos, mas a ideia que defendemos no Congresso do Partido segue avante e mais forte.
Obrigado ao Luiz Carlos Azedo, Raulino Oliveira, Rubens Bueno, Claudio Aguiar, Demétrio Carneiro e todos aqueles que sempre deram ouvidos ao que tínhamos a dizer. Os Professores do Brasil lhes agradecem.
Prof. Nelson Soares dos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário