Pesquisar este blog

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Aprenda a identificar pessoas com depressão e lidar com elas.


1.    Pessoas com depressão geralmente pode ter três características gerais: baixa auto-estima, complexo de inferioridade e eterna revolta com a vida.
2.    O Complexo de inferioridade aparece como principal sinal na busca da pessoa por culpados, e assim se transformar em vítima. A pessoas nunca se sente responsável pelo que acontece. Sempre tem um culpado. A sogra, a esposa, o marido, a mãe, o amante, o filho. E quando não existe culpados ou ela não acha um jeito de culpar ou responsabilizar alguém ela inventa, imagina, cria.
3.    A baixa auto-estima aparece em um ciclo vicioso, onde o principal sinal é uma constante necessidade de justificar os acontecimentos principalmente os erros. Estas pessoas estão sempre a se justificar, explicar, explicar, e nunca assume o que fazem, por que quando fazem tem sempre um bom motivo.
4.    Por fim, a eterna revolta. Tais pessoas reclama de tudo. Se chove, reclama da chuva; se faz sol, reclama do calor. Reclama de todos os programas de televisão, de todos os governos, de tudo. E quando não tem nada do que reclamar estas pessoas reclamam que a vida está uma chatice. Estas pessoas gostam de sofrer e se você lhes propor cura elas vão se recusar, por que afinal, elas merecem sofrer.
5.    Coisas macabras – Acrescente-se a isso o gosto por coisas macabras. Filmes macabros de muito sangue, geralmente quando pegam um jornal lêem a página policial do inicio ao fim. Quando ouvem sobre uma tragédia buscam ansiosamente os detalhes. “Quantos morreram, onde, quando”....
6.    São egoístas, invejosas e negativistas. Não conseguem se colocar no lugar do outro, costumam compartilhar fotos macabras nas redes sociais, são preconceituosas e estão sempre tentando jogar as pessoas pra baixo.

7.    Então, não deixe estas pessoas envenenar sua mente. Diante de pessoas assim, mantenha a alegria, enalteça as coisas boas, encontre motivos para agradecer. E se tais pessoas insistem em assuntos ruins, afaste-se. A vida é boa e curta demais para cultivar o sofrimento e a dor. ( Palestra assistida com Maria Luiza Brito Santos e Brena Regina.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário