Pesquisar este blog

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Conversa de dois matutos. ( Ode a Liberdade)


E o doce de leite?
Tá liberado.
E o tablete de hortelã?
Tá liberado.
E o chá de camomila?
Tá liberado.
E comer o ovo de páscoa antes do dia?
Tá Liberado.
Tá tudo liberado no momento.
Só não está liberado comprar e não fazer o pagamento.

E os filmes proibidos?
Tá liberado.
E as revistas pornográficas?
Tá liberado.
Tudo exposto nas prateleiras,
Só não vale comprar fiado.

E os doces das crianças?
Tá liberado.
E a marcha da ganância?
Tá liberado.
E o túnel do sofrimento?
Já disse. Tá tudo liberado no momento.
Só não está liberado comprar,
Sem dinheiro pro pagamento.

Dirigir embriagado?
Tá quase liberado.
Roubar o dinheiro público?
Tá liberado.
Na verdade já tá tudo liberado.
Ancê só não pode roubar e se deixar ser flagrado.

Ta liberado a marcha da maconha.
Todo mundo está marchando...
E ninguém mais tem vergonha.
Tá liberado a marcha das vadias.
E agora tudo é feito em plena luz do dia.

E se liberou a maconha...
O mundo ficou “legal”
E logo teremos a marcha  do orgulho de ser mau.
O mundo ficou pequeno.
O bem está encolhendo.
Ta tudo liberado.
Mas muitos estão se escondendo.

Também está liberado
Viver  todos como irmãos.
Amar de forma pura.
Viver em união.
Lutar contra a violência.
Desejar viver em paz.
Valorizar a vida,
Não querer ser animal

Ainda está liberado.
Não querer ser uma máquina.
Ser humano o tempo todo.
Mesmo que não seja a máxima.
Sonhar os sonhos de amor.
Viver cheio de alegria.
Cantar como crianças,
Ver Deus na luz do dia.

Sim. Tá tudo liberado.
Tudo liberado  no momento
Só  não está liberado,
Comprar e não fazer o pagamento.
A escolha é a semente.
A vontade é o poder.
O destino está na mente.
De todos os que querem viver.
Está tudo liberado.
Inclusive escolher.



2 comentários:

  1. Gostei e tive a liberdade de ler e escolher estar dolado da liberdade de se ter a liberdade para escolher. E ainda bem que escolhemos nos situar no final do texto, que nos deixa bem livres para pensar que tem muita coisa de cabeça para baixo.

    Parabéns pela bela reflexão!

    ResponderExcluir
  2. Pois é amigo. É tanta coisa de cabeça para baixo, que por não saber mais o que dizer, escrevi poesia...

    ResponderExcluir