Pesquisar este blog

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Doze passos para viver bem

Quem é o Professor Nelson Soares do Santos.
Nasci no interior de Goiás, na cidade de Nova Roma. Como migrante, vivi nas cidades de Campos Belos e Divinópolis, ambas no Nordeste Goiano. Logo cedo, interessei-me por estudo das religiões, tendo passado por diversas religiões protestantes, pelo kardecismo, catolicismo e Adventismo.
Conclui o Ensino Médio no Internato Adventista Brasil Central, e, logo em seguida retornei a Divinópolis de Goiás, onde iniciei a carreira de profissional da Educação. Cursei o Magistério, em seguida Licenciatura Plena em Pedagogia na Universidade do Tocantins, concluindo no ano de 1999. Durante a década de noventa envolvi-me na política e nos movimentos sociais, indignado com a miséria que reinava no Nordeste Goiano e Sudeste do Tocantins.
No ano 2000, ingressei no Mestrado em Educação Brasileira, e concomitante assumir o mandato de Secretário de Comunicação do Secretariado Executivo da Direção Estadual do Partido Comunista do Brasil. No ano de 2003, defendi dissertação de mestrado sobre o tema “Movimentos Sociais”, escrevendo sobre a luta dos estudantes do Tocantins para se organizarem.
No ano de 2004, ingressei como professor efetivo na Fundação de Ensino Superior de Goiatuba, onde permaneço até os dias atuais.
Este trabalho, representa uma tentativa do início de uma etapa na busca de contribuir mais efetivamente para a diminuição da violência, da miséria, do desespero humano de da falta de paz nos corações. Não se trata de divulgação de nenhum tipo de filosofia específica, ou de qualquer doutrina religiosa, mas da síntese dos estudos e leituras realizados neste 34 anos de vida, buscando caminhos para se superar a pobreza humana em todas as suas formas.
Mas que tudo isso, representa a compreensão de que os fundamentos da humanidade, de todas as religiões, ordens, seitas encontram-se uma matriz comum – na essência que cada individuo carrega dentro de si, e nesta força que fazem os homens superarem as dificuldades, as mais improváveis no esforço pela vida.

OS DOZE PASSOS PARA O VIVER BEM
A compreensão de si ( ou do sujeito) como ponto de partida para a compreensão da possibilidade de construção de uma Sociedade Democrática e Igualitária;
O respeito a si e a sua consciência como caminho da preservação da integridade;
O respeito aos outros como Instrumento da preservação da comunidade de iguais;
O respeito as Leis da comunidade como possibilidade de respeitos aos legítimos direitos sociais;
O respeito as diferenças como caminho para o desenvolvimento da singularidade;
A educação da vontade para o exercício do trabalho;
O dever de espalhar e inculcar as virtudes da não violência, tolerância e as virtudes de modo geral que são o caminho de uma sociedade pacífica;
O dever de prestar assistência ao próximo quando este está em perigo;
O dever de considerar a humanidade inteira como sua família;
O dever de respeitar os bens alheios, privados ou públicos, como possibilidade de respeito ao si mesmo que está no outro;
O dever de respeitar a natureza como patrimônio Universal;
O dever de respeitar os animais como seres sensíveis e conscientes.
Objetivos:
a) Levar os ouvintes a tonar-se conscientes de suas possibilidades na comunidade em que vive;
b) Proporcionar oportunidades de conhecer experiências de formas de preservação da integridade;
c) Demonstrar a necessidade de perceber a interdependência existente entre seres humanos, animais, o planeta e o universo como um todo.
d) Demonstrar a importância do trabalho voluntário na Educação da vontade e no processo de auto-conhecimento;
e) Levá-los a compreender o significo do conceito de fraternidade humana;
f) Demonstrar a partir de exemplos, e técnicas específicas a força do pensamento positivo na construção da carreira profissional e do viver bem.
Metodologia:
a) Para palestra com duração de 40 minutos e ou uma hora, será utilizado a apresentação em retórica visando demonstrar e convencer os ouvintes a tornar tais princípios presentes no cotidiano. Poderá ser utilizado apresentação de slides com imagens demonstrativas e convincentes sobre os temas trabalhados.
b) Para apresentação em oficinas, workshop, e dinâmicas de grupos será utilizado a metodologia dialógica, buscando envolver todos os participantes. Neste caso, será utilizado um tópico de cada vez, dividido em tempos precisos, com a realização de experimentos práticos.
c) Para cursos com duração de 20 horas, cada tópico será trabalhado de forma detalhada, buscando estabelecer uma auto-avaliação das experiências vividas na vida cotidiana dos ouvintes, dando ferramentas para vivenciá-las de formas diferenciadas.
Para Curso com duração de 40 horas:
Apresentação científica detalhada de cada um dos tópicos trabalhando os conceitos de tempo e espaço e a importância dos mesmos na vida humana.
Apresentação das virtudes necessárias no mundo globalizado para o crescimento pessoal, proporcionando exercício de como desenvolvê-las.
Proporcionar oportunidade de relatos de experiências ao final de cada módulo, no caso do curso de 40 horas serão 14 módulos, propiciando ao ouvinte a tomada de consciência sobre seu viver no tempo e no espaço.
Elaboração do diário de bordo que permite o ouvinte a continuidade do auto-monitoramento no cotidiano da empresa, da família, etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário